Envio de documentos para o governo federal pode ser feito pela internet

Já está disponível uma ferramenta no site do Ministério do Planejamento que permite a cidadãos, empresas, órgãos e entidades públicas protocolarem documentos pela internet, sem a necessidade de ir até o local ou enviar pelos Correios.

Além de facilitar a vida de quem vive longe de Brasília ou das grandes cidades, traz agilidade aos processos, que serão totalmente digitalizados desde o início.O objetivo do governo é estender essa facilidade para todos os ministérios nos próximos anos. Além de permitir também, que o protocolo de documentos seja feito pelo celular, por meio de um aplicativo.

A ideia é que, por exemplo, documentos possam ser encaminhados a órgãos como a Receita Federal e a Previdência por meio da internet.
A economia de papel é outra vantagem que os novos processos trazem, com impacto financeiro e ambiental. Para exemplificar, basta dizer que somente o Ministério do Planejamento registra, em média, 20 mil processos por mês, em Brasília e nos estados. Há, ainda, um gasto para armazenar estes documentos.

A nova ferramenta já está no ar e, para enviar os pedidos eletronicamente, cidadãos, empresas e órgãos públicos, precisam fazer o cadastro no sistema. É um processo simples. A partir daí, podem anexar os documentos.

O Ministério terá 24 horas para verificar se o documento está em condições de ser aceito (se não está em branco, ou com algum erro). Depois disso, será gerado um número de protocolo, que vai servir para o acompanhamento do processo.

Num país do tamanho do nosso, é fundamental que utilizemos a tecnologia a nosso favor, reduzindo os custos e o tempo de espera.
Espero que outros ministérios disponibilizem, em breve, o acesso para o protocolo pela internet, porque sei bem o impacto positivo que isso terá para os nossos cidadãos do interior e até para nossas prefeituras.

O envio dos documentos pode ser feito pelo link:  http://www.planejamento.gov.br/protocolo