Mês: dezembro 2013

Com você, natal ano inteiro

 

Head-and-footer2

Sou dos que acreditam que o sentido do Natal não se desvirtuou, apesar do frenesi do comércio de bens e serviços que o mundo do capitalismo conseguiu associar a ele. A troca do templo pelo shopping, da manjedoura pela árvore de bolas e miçangas é simplesmente o jeito moderno de nosso tempo, há mais de dois mil anos distante do fato.  Não significa que se afastou da ideia de aproximação e renovação, a verdadeira essência do nascimento de Cristo. Natal é encontro de pessoas que se veem e se falam e se abraçam e se renovam na amizade e no amor. Se o marketing conseguiu incorporar, a esse encontro, a lembrancinha de natal, isso só foi porque preexistia, no coração das pessoas, a vontade de doar-se, de agradar, de manifestar admiração, de fazer o outro feliz. É isso que faz do Natal um tempo mágico, transformador das pessoas. E é aí que está o verdadeiro sentido do Natal que mostra Cristo, a ideia que mudou o mundo.

Como idealizador e apresentador dos programas “Minas Movimenta”, pela televisão; “Mineiro Que Soma”, pelo rádio; e “BrasilTemJeito”, pela internet, que mostram as pessoas que estão mudando o mundo a seu redor – os pequenos cristos dos dias atuais, sinto a felicidade de estar fazendo natal o ano inteiro.
A gestão pública, conduzida de forma consciente e responsável, também participa dessa natureza natalina, vez que busca a melhoria das pessoas e a construção da cidadania. Com o mesmo propósito dos programas anteriormente citados, de ajudar quem ajuda ou promove o outro, idealizei também o site “OiPrefeito”, um instrumento de assessoramento às prefeituras municipais.

Assim, valorizar os gestos e ações de solidariedade e de cidadania responsável nos programas acima durante o ano de 2013, foi trazer o natal para o dia a dia das pessoas. Foi com você, empreendedor social, prefeito e agente municipal que isso pôde acontecer durante o ano de 2013.

Com você, viveremos o natal todos os dias de 2014.

Meus cumprimentos.

footer

Deputado anuncia melhorias em Teixeiras (MG)

No último dia 21, autoridades e líderes políticos estiverem em Teixeiras para anunciar novidades para o Hospital Santo Antônio e inaugurar oficialmente o anexo da 22ª Delegacia de Polícia Civil. Uma verba do governo estadual no valor de R$ 309 mil será destinada ao Hospital Santo Antônio. O montante será usado na ampliação das instalações do hospital, revitalização de sua fachada e criação de um Centro de Imagens, que contará com tomografia, ultrassonografia e mamografia. As melhorias serão feitas em parceria com o Hospital Arnaldo Gavazza, de Ponte Nova.

 Para Rodrigo de Castro, o recebimento da verba vem em um momento muito importante para Teixeiras, que enfrenta a “pior situação de todas as prefeituras da região” – dificuldade encontrada devido às circunstâncias em que o prefeito Chiquinho herdou a administração local, com muitas dívidas e sucateamento de patrimônio público. Na ocasião, o deputado federal informou que o hospital também receberá uma verba de R$ 150 mil para custeio de suas atividades operacionais.

 O prefeito Chiquinho agradeceu às autoridades presentes pelo apoio dado desde o início de sua gestão à frente da Prefeitura. “Nós temos que contar muito com esse trio que está aqui hoje: Danilo de Castro, Rodrigo de Castro e Roberto Andrade. São essas pessoas que vão nos ajudar e fazer a diferença em nossa administração”, disse.

 Roberto Andrade lembrou que, apesar das dificuldades, o atendimento no Hospital Santo Antônio tem melhorado constantemente, a ponto de receber pacientes de toda a região. “O hospital, na administração do Chiquinho, já melhorou. Tem atendido pacientes da região inteira”, disse.

 Na sequência, as autoridades se dirigiram à 22ª Delegacia de Polícia Civil, onde foi realizada a inauguração oficial da reforma e entrega do anexo em que funcionará os setores de trânsito, inspetoria e identificação da PC. Na cerimônia, estiveram presentes oficiais da Polícia Civil e Polícia Militar e representantes da Secretaria de Estado de Defesa Social e do Ministério Público, além da prefeita Sueli Sampaio Nogueira, de Pedra do Anta, município que é atendido pela Comarca de Teixeiras.

 Danilo de Castro parabenizou os trabalhos do chefe do 4º Departamento da Polícia Civil (Juiz de Fora), Rogério de Melo Franco Assis Araújo, e do delegado da Polícia Civil de Teixeiras, José Marcelo de Paula Loureiro, e disse que o combate à criminalidade só será efetivo se contar com a união das polícias e dos poderes públicos. “Hoje, nós estamos aqui vendo a integração das polícias, não só no papel, mas funcionando perfeitamente, com o fundamental apoio da magistratura e do Ministério Público”, afirmou. Ao final do discurso do secretário de governo, foi feito o descerramento da placa inaugural do anexo.

Deputado garante novos aparelhos para o Hospital Gavazza em Ponte Nova

O deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB-MG) esteve em Ponte Nova, no último dia 14, para a entrega oficial de novos aparelhos para o Hospital Arnaldo Gavazza, em Ponte Nova. Adquiridos por meio de emendas parlamentares, a população pontenovense, agora, conta com os aparelhos de Mamografia e Ecodoppler.

De acordo com Rodrigo de Castro, os aparelhos já estão instalados no hospital e permitirão um diagnóstico ainda mais preciso, além de mais segurança, tanto para o médico quanto para o paciente. “Minha próxima contribuição também virá por emenda parlamentar no valor de R$ 800 mil para ampliação do Gavazza”.

O presidente da Fundação Filantrópica e Beneficente de Saúde do Hospital Arnaldo Gavazza, Francisco Augusto de Castro Gomes, agradeceu o empenho e a parceria do deputado Rodrigo de Castro a quem, respeitosamente, chama de amigo. “Rodrigo é um parceiro e um amigo do hospital. Com seu empenho e recursos parlamentares, temos conseguido equipar o nosso hospital, promovendo qualidade de vida à população”.

Com informações da assessoria de comunicação do Hospital Arnaldo Gavazza

Dores do Turvo: cidade da matemática

Uma pequena cidade da Zona da Mata, Dores do Turvo, de 5.000 habitantes, fez Minas Gerais sentir orgulho na semana passada, com a divulgação do resultado da Olimpíada Brasileira de Matemática, em que Flávio Carvalho, um garoto de apenas 13 anos, conquistou a medalha de ouro.

O fato não é inédito em Dores do Turvo, que está se tornando a cidade da matemática. Com os últimos resultados, já soma 10 medalhas de ouro, 10 de prata, 28 de bronze e 118 menções honrosas, totalizando 166 premiações.

O desempenho de Dores do Turvo não tem segredo. De acordo com César Camacho, diretor do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, o êxito deve-se à excelente organização da Escola Estadual Terezinha Pereira e à dedicação e disciplina dos alunos e professores. Deve-se, também, ao envolvimento de toda a comunidade que tem consciência da importância do estudo da matemática e sente o brio patriótico de ver a sua escola e a sua cidade nas primeiras colocações.

Meus cumprimentos ao “medalha de ouro Flávio Carvalho”, aos demais estudantes, contemplados com medalhas e menções honrosas, à diretora Ângela Maria Campos, e a todos aqueles, população e dirigentes municipais, que trabalharam no sentido de que tornar possível essa conquista que já associa Dores do Turvo com estudo, esforço, determinação e sucesso.  Parabéns.

Artigo: Pesquisas eleitorais

Publicação: 17/12/2013
Fonte: Jornal Estado de Minas 

A comparação com o cenário político-eleitoral de 2009 sugere mais cuidado com a leitura da situação que se verifica hoje

No país em que inúmeros torcedores de futebol também se consideram técnicos para decidir quem serão os 11 jogadores em campo, não é de se estranhar que haja tanto especialista em outro domínio: os resultados de pesquisas eleitorais.

Há uma diferença fundamental, entretanto. Enquanto a motivação para escalar o time nasce de uma legítima paixão nacional, a interpretação dos números dos institutos de opinião pública muitas vezes atende meramente à manipulação cometida por torcidas político-partidárias organizadas. Com o crescimento da relevância da internet e das redes sociais, o fenômeno virou corriqueiro e onipresente.

Faço essas considerações, pois, por mais óbvio que possa parecer, as pesquisas eleitorais deveriam servir sobretudo para que os cidadãos tivessem uma melhor compreensão das tendências em curso na opinião pública e nas intenções de voto. Entretanto, há um nítido esforço de propaganda para apresentar a candidata Dilma Rousseff praticamente como presidente vitoriosa nas próximas eleições. E no primeiro turno!

Em nenhum momento, os números frios permitem tirar essa conclusão. Basta comparar o cenário atual com o mesmo período de 2009, ano anterior à eleição de Dilma. Em agosto daquele ano, o Datafolha apontava Dilma em 2º lugar, com 16% das intenções, atrás do primeiro colocado, José Serra, com 37%. Atrás de Dilma vinham Ciro Gomes (15%) e Marina Silva (3%). O segundo semestre de 2009 apresentava, portanto, um quadro muito semelhante ao a tual. Basta trocar os nomes e as posições.

Um outro dado é importante. Em 2009, as pesquisas mostravam um forte desejo de continuidade. Hoje, mostram de mudança. Por outro lado, não é possível analisar o atual momento político sem levar em conta a acachapante presença na mídia, da qual Dilma dispõe com supremacia.

A presidente aparece como notícia todos os dias na televisão, rádios e jornais do país inteiro, pela natureza do cargo. Além disso, ela está em efervescente campanha desde o começo do ano, quando foi lançada à reeleição pelo ex-presidente Lula.

Toda a agenda do Palácio do Planalto foi colocada a serviço da candidata do PT. Com frequência, Dilma convoca cadeia de televisão para trombetear aspectos da sua gestão. Até o papa Francisco, que não tem título eleitoral no Brasil, foi obrigado a ouvir dela um longo discurso de autoelogio, quando visitou o Rio.

Com o mesmo espírito, Dilma tomou-se de amores por Minas Gerais e agora visita o estado com frequência. Menos pelo fato de ter nascido aqui. Mais por ser o estado que tem o segundo maior número de eleitores no país. Sua intimidade com o solo de Tiradentes, Juscelino e Tancredo é tanta que, em agosto, chamou de “prefeito de Porto Alegre” o atual de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, em solenidade pública.

Apesar do tamanho do rolo compressor de comunicação, a avaliação do governo Dilma continua em níveis muito baixos para um candidato à releição.

Rodrigo de Castro
Deputado Federal (PSDB/ Minas Gerais)

Governo Federal não cumpre metas de desempenho na economia brasileira

Senhor Presidente,

Senhoras e Senhores Parlamentares,

Estamos diante de mais uma decepção. Enquanto esperávamos a anunciada reversão da tendência de queda no crescimento, o que vimos, nos números apresentados pelo IBGE, referentes ao terceiro trimestre de 2013, foi mais um movimento de retração: ficamos meio ponto percentual abaixo do desempenho de igual período de 2012. E aí o temor de uma recessão. O Brasil, mais uma vez, foi o país em desenvolvimento que menos cresceu. Ou melhor, foi o único que não cresceu, ou melhor ainda, foi o único que caiu.

A verdade é que não estamos encontrando a saída para a retomada do crescimento. De meta em meta, o que fica clara é a insegurança do governo quantos aos rumos do país que precisa crescer, não a 1% ao ano, como foi em 2012, mas em cerca de 7% ao ano, para que possa gerar as condições de emprego e bem-estar que os 200 milhões de brasileiro precisam.

As pesquisas de opinião realizadas nos últimos dias mostram que a preocupação maior dos brasileiros não é com a política partidária ou com as opções partidárias colocadas, e sim, com as políticas públicas. A preocupação, antes de tudo, é com o projeto de país, com o Brasil que queremos para os nossos filhos.

No fechamento das contas anuais, a sociedade brasileira precisa estar atenta para não permitir mais uma vez o absurdo da contabilidade criativa petista.

Ouça: